Penamacor estabeleceu protocolo com Salamanca para Centro de Estudos transfronteiriços

Penamacor estabeleceu protocolo com Salamanca para Centro de Estudos transfronteiriços

A Câmara de Penamacor e o Instituto de Investigações Antropológicas de Castilha e Leon de Salamanca assinaram um protocolo de colaboração, que constitui um passo para a criação do Centro de Estudo Transfronteiriços.

Em nota de imprensa, a Câmara de Penamacor esclarece que este protocolo tem como objetivos fortalecer os vínculos de colaboração tendentes ao desenvolvimento do conhecimento, estudo e divulgação das realidades culturais, numa perspetiva histórica, sociológica e antropológica da região de Castilha e Leon e da Beira Interior (especificamente a área de influência do Concelho de Penamacor).

“Um dos projetos a ser implementados será o do Centro de Estudos Transfronteiriços, ideia que nasceu no II Colóquio de Arqueologia e História do Concelho de Penamacor, que teve lugar no final de 2019”, é referido.

O acordo também pretende ajudar a “intensificar as investigações e os levantamentos levados a cabo por este município no que diz respeito à valorização do Madeiro enquanto item de identidade cultural deste território”.

Pretende-se, ainda, elaborar conjuntamente programas de investigação científica nas áreas das ciências sociais que tenham como base geográfica a zona transfronteiriça, desenvolver congressos, jornadas, cursos de formação, investigações de campo e apresentações em ambas as regiões e colaborar no desenvolvimento e implantação de uma linha editorial (boletim bianual bilingue, coleções de monografias, catálogos de exposições) que dê visibilidade aos resultados dos projetos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *