Município da Guarda integra Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura

Município da Guarda integra Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura

O município da Guarda é o primeiro a nível nacional que vai integrar a FAO – Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura, como “Território de Montanha”, foi ontem anunciado.

Segundo uma nota da autarquia da Guarda, presidida por Carlos Chaves Monteiro, a iniciativa encontra-se “em processo de certificação, através da atribuição do selo de garantia da organização a alguns dos produtos endógenos da região”.

No seguimento desta ação, o município da Guarda irá “promover no território o acolhimento em regime de voluntariado, de cientistas especializados no desenvolvimento de Territórios de Montanha” e “contribuir como membro consultivo para a elaboração do Relatório Bienal do secretário-geral da ONU, António Guterres, a apresentar à Assembleia Geral dos Territórios de Montanha da FAO, a cuja organização a Guarda irá apresentar candidatura, simbolicamente, no dia 11 de dezembro, data em que as Nações Unidas assinalam o Dia Mundial das Montanhas”.

“De referir ainda que está em curso a criação da Rota Europeia das Cidades de Altitude, processo iniciado e conduzido pela Guarda, e que incluiu um Passaporte Turístico com todas as cidades europeias acima dos 1.000 metros, critério efetivo na definição de Território de Altitude: Guarda, Ávila, Sória, Segóvia, Briançon (França), La Chaux-de-Fonds (Suíça)”, remata a fonte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *