Escritor João Ferreira Oliveira vai conduzir biblioteca itinerante pelas Aldeias do Xisto

Escritor João Ferreira Oliveira vai conduzir biblioteca itinerante pelas Aldeias do Xisto

Uma biblioteca itinerante vai percorrer os povoados serranos da rede Aldeias do Xisto, numa iniciativa do escritor João Ferreira Oliveira que começa na sexta-feira e que termina na segunda-feira.

O programa inclui sessões de leitura nas escolas, ao ar livre, no centro das aldeias, no meio da rua e “onde houver público e vontade de ouvir uma história”, disse hoje em comunicado a Agência para o Desenvolvimento Turístico das Aldeias do Xisto (ADXTUR), com sede no Fundão, distrito de Castelo Branco.

“Esta iniciativa vai misturar as histórias dos livros com as histórias e os saberes das pessoas e dos lugares por onde passar. Este é um território literário também por isso, pela inspiração que provoca a história de vida de cada pessoa e que se entretece com as memórias das paisagens onde habitam, sejam relacionadas com o céu, com os contos tradicionais ou com as artes e ofícios”, afirma o diretor executivo da ADXTUR, Rui Simão.

Citado na nota, este responsável explica que “saber ler a paisagem e interpretar a cultura dos lugares é também uma importante competência de literacia que as Aldeias do Xisto querem promover”.

Nos quatro dias da visita ao território das Aldeias do Xisto, o jornalista e escritor João Ferreira Oliveira conduzirá uma carrinha branca com desenhos coloridos identificada com as palavras “Viagem ao interior dos livros, das pessoas e do país”.

“Aproxime-se e aproveite para ouvir uma história e levar um livro para depois a partilhar”, recomenda a primeira entidade anfitriã do escritor, que parte de Lisboa na quinta-feira para uma viagem literária que depois abrangerá outras zonas de Portugal.

Segundo a ADXTUR, que apoia o projeto, aquele autor “abraçou o desafio de percorrer o interior, durante um mês, ao volante de uma biblioteca itinerante, semelhante àquelas que a Fundação Calouste Gulbenkian usou entre 1958 e 2002 para levar histórias, aventuras e sonhos a todos os pontos do país”.

“O objetivo não passa por vender livros, mas sim oferecê-los. Regressar a casa com a carrinha vazia, mas cheia de histórias”, esclarece Rui Simão.

Para esta iniciativa, foram doados 500 por diversas editoras portuguesas e pela “Citroën”, a marca das carrinhas das antigas bibliotecas itinerantes da Gulbenkian.

A viagem prosseguirá depois na Rota da Terra Fria, em Trás-os-Montes, no Alentejo Interior e no Algarve Interior.

A viagem vai dar origem a um livro, um conjunto de reportagens no jornal Público e uma série documental de quatro episódios.

A rede gerida pela ADXTUR integra 27 aldeias de 16 concelhos do Centro de Portugal, nos distritos de Castelo Branco, Coimbra e Leiria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *