Covilhã promove novo festival de fotografia

Covilhã promove novo festival de fotografia

A Câmara da Covilhã lançou um festival dedicado à arte fotográfica, que decorre de sexta-feira a 06 de junho, com o objetivo de apresentar o melhor da fotografia contemporânea e de promover o gosto pelas artes visuais.

Com a denominação “Diafragma – Festival Internacional de Fotografia e Artes Visuais da Covilhã, este festival contará com inúmeras atividades e participantes, e terá como diretor artístico Nelson Marmelo e Silva, anunciou a autarquia em comunicado.

“Cerca de 80 fotógrafos e artistas de várias nacionalidades, exposições, oficinas, mesas redondas, cinema, passeios fotográficos e lançamento de livros marcam a edição inaugural do Diafragma. O painel de curadores do festival inclui nomes prestigiados como Aldo Flores, Carlos Fontes, Gláucio Nogueira, Ioana Mello, Jorge Velhote ou Rui Prata”, acrescenta a nota de imprensa.

Segundo a informação, o evento inclui exposições em vários espaços culturais do concelho (Tinturaria, Museu dos Lanifícios, e Casa de Cultura José Marmelo e Silva, no Paul), bem como a Biblioteca Municipal, onde estarão expostos trabalhos de alunos das escolas secundárias Campos Melo e Quinta das Palmeiras.

Do programa consta ainda a apresentação de dois livros – um de Augusto Brázio e outro de Valter Vinagre -, a participação do artista plástico Jorge dos Reis e o ciclo de cinema documental dedicado ao realizador Jorge Pelicano.

Citada na nota de imprensa, a vereadora da Cultura, Regina Gouveia, apresenta ainda este evento como “mais uma importante iniciativa ligada ao plano de ação da candidatura da Covilhã a Cidade Criativa da UNESCO, na área do design”.

Já o diretor artístico do Diafragma, Nelson Marmelo e Silva, salienta o facto de, logo na primeira edição, o festival apresentar “uma diversidade e riqueza ao nível das participações bastante assinalável”.

Aponta ainda “algumas das bandeiras do Diafragma, como a defesa do ambiente, a igualdade de género e o envolvimento das escolas da Covilhã”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *